Seis laureados para o programa "Quai d’Orsay/ Empresas": Sessão de 2016

- O dispositivo "Quai d’Orsay / Empresas" foi criado em 2006 pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. Ele combina programas de bolsas co-financiadas pelas empresas e pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. Em Angola, o programa é coordenado e monitorado pela Embaixada de França em Luanda e visa a promover o acolhimento em França dos estudantes angolanos das escolas de ensino médio da rede Eiffel (a rede é composta por 4 escolas secundárias públicas angolanas de excelência criado ao abrigo de um acordo assinado em 2008 entre o Ministério angolano da Educação, a empresa Total e a Missão Laica Francesa).

JPEG

Os seis bolseiros Quai d’Orsay / Empresas na Alliance Française de Luanda para as suas primeiras aulas de francês

- Durante o mês de Fevereiro de 2016, os 50 melhores alunos da 12ª da rede das quatro escolas Eiffel (escolas de Caxito, Malanje, Ndalatando e Ondjiva) foram convidados a fazerem o exame de Quai d’Orsay / Empresas. Após exames escritos e entrevistas conduzidas pelo ADIUT (Assembleia dos Directores dos IUT) no prédio da Alliance Française de Luanda, foram seleccionados seis candidatos.

- Os seis laureados foram premiados com uma bolsa de estudo financiada pelas empresas francesas TOTAL e PREZIOSO, presentes em Angola, e pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros por um período inicial de dois anos, com o objectivo de conseguir um DUT (Diploma Universitário de Tecnologia) em França nas áreas da engenharia mecânica, eléctrica, química e da engenharia dos processos.

- Aos seis bolseiros serão oferecidos cursos de francês intensivos, administrados na Alliance Française de Luanda, bem como cursos de matemática e física na escola francesa em Luanda, até à sua partida para França, em Julho de 2016.

Atualização : 08/04/2016

Princípio da página