Missão de uma delegação do MEDEF International a Luanda (11-13 outubro de 2011)

Missão de uma delegação do MEDEF International a Luanda (11-13 outubro de 2011) : um grande sucesso.

Composta por 20 empresas (grandes grupos e PME) dos sectores industrial, bancário e de serviços, chefiada pelo Senhor Patrick Lucas, presidente do Comité Afrique do MEDEF International e PDG da empresa Gras-Savoye. esta missão foi um grande sucesso e preencheu todos os seus objectivos.

Um programa bastante denso de três dias permitiu à delegação encontrar sete ministérios: relações exteriores, economia, plano, minas-indústria, petróleo, energia e água, transportes.

Os representantes do Banco Central, da CCI de Angola, da Associação das indústrias de Angola (AIA) e da Agência nacional para os investimentos privados (ANIP) fizeram apresentações sobre a economia de Angola e suas perspectivas.

Foram ainda organizadas reuniões com os operadores económicos (Sonangol - petróleo, ENE – regulador eléctrico, EDEL – distribuição de electricidade, EPAL – distribuição de água a Luanda, Angola Telecom – telecomunicações) e provedores de fundos multilaterais (Banco mundial, FMI, BAD).

Foram também concedidas audiências pelos ministros das relações exteriores, da economia e do petróleo, assim como pelos secretários de Estado para a indústria e para a água. Os membros da delegação foram também recebidos por altos responsáveis dos ministérios do plano e dos transportes.

Os representantes das empresas tiveram ocasião de ouvir os membros da secção Angola dos Conselheiros do comércio exterior, e de obter encontros individuais no âmbito da parceria assinada entre a UbiFrance e o MEDEF.

O grupo Total, que está em vias de se tornar o primeiro produtor de petróleo em Angola, fez igualmente uma apresentação das suas actividades. A visita à base logística petrolífera Sonils, que pertence à companhia nacional petrolífera Sonangol, foi a ocasião para mostrar as excelentes tecnologias desenvolvidas actualmente no offshore profundo em Angola, em grande parte graças à presença de empresas francesas, assim como o nível de “angolanização» já atingido no sector petrolífero.

A missão da delegação de empresas do MEDEF que acaba de ter lugar foi considerada um sucesso, tanto pelos participantes como pelos medias angolanos que cobriram o evento. O chefe da delegação do Patronato francês considerou que os encontros tinham sido muito proveitosos. O Senhor Lucas declarou à imprensa: «não víamos há muito tempo uma delegação de empresas francesas em Angola nem um tal acolhimento».

O ministro das Relações Estrangeiras, Georges Chikoti, declarou que a presença económica francesa em Angola não reflecte o lugar que mereceria ocupar, uma vez que as nossas grandes empresas ainda estão ausentes deste mercado. O Senhor Chikoti constatou igualmente que a França não participa há muito tempo com um pavilhão oficial na Feira Internacional de Luanda - FILDA, que melhorou bastante em 2011, e onde os grandes parceiros económicos de Angola estão presentes. Ele espera que a França se volte a fazer presente no futuro.

Os outros ministérios apresentaram os seus principais projectos, para os quais as nossas empresas foram convidadas a participar mais activamente, em sectores essenciais como a água e saneamento, electricidade, minas, agricultura, e agro-alimentar, pesca, industria, serviços ou finanças.

O membros da delegação do MEDEF viram na parte Angolana uma clara vontade de encontrar novos parceiros comerciais. Angola procura empresas interessadas em investir nos sectores produtivos com forte valor acrescentado, a fim de trazerem financiamentos, assistência técnica e formação profissional.

Neste contexto a França, rica pela sua experiência et pelo seu conhecimento, é chamada a trabalhar de maneira ainda mais estreita nos sectores que ela domina, nomeadamente, água, energia, construção, infra-estruturas da saúde, da produção alimentar, mesmo se o reforço da cooperação económica e a implantação durável da presença francesa devam passar por uma melhoria do quadro dos negócios.

Atualização : 27/10/2011

Princípio da página