Angola: reforçar as relações universidades/empresas por uma melhor empregabilidade dos jovens

PNG

O primeiro Comité técnico universidade-empresa (CTUE) do projecto FSP «Empregabilidade dos jovens: as parcerias público-privadas ao serviço da formação superior em Angola», coordenado pelo CIEP, teve lugar a 1 de Março de 2016 em Luanda.

Este projecto pretende trazer um apoio estruturante ao desenvolvimento e à boa governança do Ensino superior politécnico através:

  • da criação de formações baseadas em parcerias universidade-empresa favorecendo a empregabilidade, apoiadas pela instalação de um Comité técnico universidade/empresa (CTUE) ;
  • da criação de um Mestrado (master) de referência no sector das ciências de engenharia.

Aberto pela Sra. Maria Augusta Almeida da Silva Martins, Secretária de Estado do Ensino Superior para a Inovação, este primeiro comité tinha como objectivo juntar as autoridades angolanas (entre os quais o Ministério do Ensino Superior e o Instituto nacional de Avaliação e Acreditação dos Estudos do Ensino Superior – INAAREES), as universidades, as empresas e os peritos do CIEP num modelo comum de construção de formações correspondendo às necessidades identificadas em recursos humanos qualificados e iniciar as parcerias público-privadas entre as empresas e as instituições que disponibilizam as formações elaboradas no âmbito do projecto. O CTUE permitiu igualmente assimilar o quadro nacional legislativo fixo por cumprir, bem como o critério de análise utilizado para a criação e a homologação de novas formações no Ensino superior.

A participação de representantes de vários ministérios (Pescas, Energia, Ensino Superior) e do PNFQ (Plano Nacional de Formação de Quadros) permitiu assim confirmar as demandas nacionais de técnicos superiores para o desenvolvimento do país.

Este projecto enquadra-se na continuidade do projecto FSP Angosup levado a cabo pelo CIEP (2009-2012), e tem por objectivo a criação de:

- • Quatro licenciaturas profissionais em duas etapas, no modelo «bietápico» angolano (a licenciatura é um diploma adquirido em 5 anos: 3 anos (Bacharelato) seguidos de mais 2 anos), em :

  • Aquacultura (Ministério das Pescas), na Universidade José Eduardo dos Santos, do Huambo, com o apoio da Intechmer, da cidade de Cherbourg ;
  • Transporte logístico distribuição (Porto de contentores de Lobito, Caminhos de ferro, transportes marítimos), na Universidade Katyavala Buila, de Benguela, com o apoio do IUT da cidade de Nantes;
  • Electrotécnica e electromecânica (Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade- EDEN) na Universidade Kimpa Vita, do Uíge com o apoio do IUT de Rennes;
  • Hidráulica e tratamento de águas (Empresa de Distribuição e Tratamento de Água de Luanda- EPAL), igualmente na Universidade Kimpa Vita, do Uíge, com o apoio dos IUT de Blagnac e de Brest.

- • Um Mestrado (master) em «Gestão de sistemas industriais» na faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto de Luanda cujo projecto foi validado durante o CTUE, particularmente graça à presença das empresas do sector petrolífero e com o apoio da Universidade de Tecnologia da cidade de Compiègne (UTC).

Fonte do artigo: http://www.ciep.fr/actualites/2016/...

Atualização : 31/03/2016

Princípio da página